Meu sonho de consumo


Isso é que era máquina!

Já fui o feliz proprietário de três Fuscas.

Quantas alegrias eles me deram…! Aquele barulho característico, direção pesada, amortecedores duros, painel que não deixa ver a frente direito…só vantagens!

Tive um – o último, um 1500 (antigo “fuscão”) – que era quase uma mulher: Saía só quando queria, e mesmo assim não se dispunha sempre à ir aonde eu precisava; consumia pouco, é verdade, mas tinha certa antipatia pelas minhas companhias femininas. quase nunca deixava de me dar um aborrecimento quando eu transportava uma gata. Ora Bobina, ora Platinado, sempre me pregava peças, melhor dizendo, demandava peças. Era como uma troca, para viver bem nesse ‘casamento’ aberto, tinha lá suas exigências.

Mas nem tudo era ciúmes. Várias vezes o danado me favoreceu num namoro, ao rebater todo para trás o banco do carona, deixando a moça numa posiçao – digamos – ‘ideal’. Passado o susto inicial, um sorriso maroto e uma observação ensaiada e sacana, me punham à dois palmos do paraíso.

Também não negava fogo quando a situação era de urgência: NUNCA deu problemas como carro de fuga.

Quando o deixei nas mãos do novo dono, antes de voltar à Belém, ainda alisei seu capô em agradecimento.

Tive outros carros depois, melhores e mais novos (ele era um 1975), mas nunca como o saudoso Azulão.

Estou decidido à ter outro, assim que ache um em boas condições e preço razoável. Sabe como é, amor antigo vive de si mesmo…

Anúncios

2 comentários em “Meu sonho de consumo

  1. Wolksvagen – O carro do Povo!!! Nada mais apropriado, não?
    Meu pai teve um fusca vermelho. Lembro-me das viagens que fizemos nele, sentada no banco de trás brigando com a minha irmã…Só alegria. Mas eh assim, mesmo, perfeição eh uma daquelas idéias que a gente põe na cabeça, e só servem para nos fazer não apreciar o que não é perfeito, mas nem por isso, incapaz de nos fazer feliz. O Fusca eh um exemplo clássico disso.
    Abçs,
    Helen

  2. Muito interessante seu texto,amigo Eudyr! Realmente o fusquinha marcou o passado de muitos de nós..foi também meu primeiro carro, assim que tirei a carta de motorista,o único que consegui comprar com as economias que tinha. Foi paixão à primeira vista e, tão intensa, que não tive coragem de defazer-me dele…feneceu de “morte natural”, com o passar dos anos. Jamais esquecerei dele, pois também me safou de várias “furadas”rs. Jaz “bizorrinho” batizado por mim rs

Deixe seu comentário, obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s