Giovanna e os poemas sumérios


Jorge Luis Gutiérrez

 Eu, Diego de Petra, escultor, poeta pós-moderno da era da informática e freqüentador dos espaços cibernéticos, narrarei meu romance com Giovanna Carol, a mulher que mais amei na vida e a mais bela que meus olhos já viram. Os homens a amavam, porém ela nunca tinha amado. Ela só amaria o homem que a pudesse transformar em poesia. Sim, vou contar sua história, embora não seja o melhor momento, pois é só começar a falar e a emoção enche meu peito. Há seis meses Giovanna sumiu da minha vida. Após permanecer sete anos ao meu lado, desapareceu. E a tristeza foi tanta, que pensava que nunca mais acabaria. Agora que as lágrimas secaram, preciso escrever.

Ela queria ser transformada em poesia e tentei realizar esse desejo. E hoje que não sei onde está, tenho uma estante cheia de poemas escritos em tabuletas de argila, em caracteres cuneiformes e idioma Sumério. Quando as olho penso em Giovanna e a imagino vivendo nelas.  Por ela estudei essa língua por dois anos e sou o primeiro homem que escreveu poesia em sumério nos últimos cinqüenta séculos.

Quando conheci Giovanna, era lúcido sobre a temporalidade de meus poemas e nunca vi outro destino para eles a não ser viver no seu coração feminino. Foi ela quem começou a falar que desejava que fossem preservados para sempre. E eu a amei e ela me fez pensar no tempo, no transcorrer do tempo, em como tudo passa, no devir dos instantes, na fugacidade da vida, no transcurso das horas, dos dias, das semanas, dos anos, dos séculos, na própria eternidade. No que passa, no que perdura e no que permanece por trás das mudanças.

Tudo começou com um e-mail que Giovanna me enviou uma noite de terça feira no começo do outono…

§   §   §   §   §   §   §   §   §   §

Encontrei esse conto ao acaso; por causa de meu limitado espaço transcrevi apenas as primeiras linhas, mas aos que desejarem le-lo na íntegra (recomendo expressamente), aqui vai o link:

http://filosofar.sites.uol.com.br/giovanna/giovanna_port.htm

Boa Leitura!

Anúncios

Deixe seu comentário, obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s