Primeiro dia de greve dos bancários – Pará


 

Greve dos bancários começa forte no Pará

Ter, 27 de Setembro de 2011 20:20 Geral
E-mail Imprimir PDF

Mobilização do primeiro dia de greve dos bancários do Pará em frente à Superintendência do Banco do BrasilA greve nacional da categoria bancária começou nesta terça-feira (27) a todo vapor no Estado do Pará. A adesão dos trabalhadores de bancos públicos e privados na região metropolitana de Belém foi de 100%. Em Santarém, todos os bancos públicos grevaram. Em Marabá, houve paralisação maciça do pessoal do Banco do Brasil, Banpará e Caixa e, parcial, apenas no Banco da Amazônia. A cada momento chegam notícias ao Sindicato de mais agências aderindo ao movimento em todo o Estado e nesta quarta-feira (28) o movimento grevista dos bancários tende a crescer muito mais.

Ato na matriz do Banco da Amazônia reuniu cerca de 300 trabalhadoresEm Belém, o Sindicato dos Bancários organizou vários piquetes na Avenida Presidente Vargas, um dos principais corredores financeiros da cidade. Houve concentração em frente ao Banco do Brasil, Caixa Econômica, Banpará, nos bancos privados, mas o principal destaque foi a presença de mais de 300 bancários do Banco da Amazônia na mobilização feita em frente à matriz da instituição.

Adesão à greve no Banpará também foi grande na região metropolitana de BelémEm todos os piquetes, os trabalhadores dialogavam com a população sobre os motivos da greve, esclarecendo que, em 5 rodadas de negociação com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), os bancos ofereceram apenas um índice de reajuste salarial de 8% e não negociaram pautas importantes de remuneração, emprego, saúde, condições de trabalho e segurança.

Rosalina Amorim - Os bancos são os culpados pela greve, mas a força da mobilização dos bancários vai derrotar a ganância dos banqueiros“Estamos em greve por culpa dos bancos. Esse setor da economia brasileira teve um lucro de 27,4 bilhões de Reais no primeiro semestre de 2011 e brincam com a nossa categoria em mesa de negociação quando oferecem 0,56% de ganho real e não negociam a valorização do nosso piso, o aumento da PLR, a contratação de mais bancários, melhorias de condições de trabalho e de segurança. A nossa luta por trabalho decente dentro dos bancos, é esse o motivo da nossa greve”, afirma a presidenta do Sindicato dos Bancários do Pará, Rosalina Amorim.

Bancários do BB de Rondon do Pará aderiram à GREVE logo no primeiro dia“Sem a greve não dá para conseguir nada dos banqueiros, é só assim que a gente pode arrancar melhores salários e condições de trabalho”, ressaltou o funcionário do Banco do Brasil de Parauapebas, Ozias Vieira, que está de férias em Belém, mas aproveitou o dia parta fortalecer a greve da categoria marcando presença na mobilização de hoje.

> Clique aqui para ver as principais reivindicações dos bancários.

Bradesco Icoaraci em greveIcoaraci – Além das atividades de greve no centro de Belém, o Sindicato também organizou piquetes no distrito de Icoaraci, no outro extremo da cidade. Lá, todas as agências de bancos públicos e privados foram fechadas, marcando outro ponto alto desse primeiro dia de greve no Pará.

Serviço de auto-atendimento funcionou normalmente no primeiro dia de greve dos bancários no ParáApoio da sociedade – O Sindicato dos Bancários do Pará, e todo o movimento sindical bancário, sabe que uma greve causa transtornos à população. Porém, esse é um direito constitucional e legítimo de todo e qualquer trabalhador brasileiro. O fato é que a greve ocorre, mais uma vez, pela intransigência dos banqueiros, que não aceitam negociar seriamente às reivindicações da categoria.

Apesar da paralisação, os serviços de auto-atendimento das agências bancárias está funcionando, assim como os setores de compensação de depósitos, transferências, pagamentos etc.

Sergio Trindade - A luta dos bancários nessa greve é, na verdade, de toda a sociedade pela valorização do trabalho bancário e por melhores condições de atendimento“É com a greve que a categoria pode arrancar melhorias não apenas para os bancários, mas Itaú Icoaraci em grevetambém para a população. Lutamos pela contratação de mais bancários para melhorar o atendimento, queremos mais segurança nas agências para combater os crimes de saidinha, queremos a redução de taxas de juros e tarifas para quem é cliente e usuário dos bancos. Ou seja, essa luta não é só nossa, é de toda a sociedade, e é por isso que pedimos o apoio e a compreensão de todos, pois é com a greve que podemos mudar a realidade atual de atendimento precário dentro dos bancos”, argumenta o vice-presidente do Sindicato e da Fetec-CUT/CN, Sérgio Trindade.

Santander Doca em greveQuadro de greve – Como o Pará possui 144 municípios, o Sindicato ainda não conseguiu apurar o quadro integral da greve no Estado, mas já temos um quadro parcial que mostra que a greve começou forte em nosso Estado, clique aqui e veja.

Caixa São Braz em greve“É muito importante que os colegas que estão em greve, mas não estão citados nesse primeiro mapa de greve que estamos divulgando, que entrem em contato com o Sindicato para que possamos atualizar esses dados e traçar um mapa mais real da greve aqui no Pará. Essas informação serão repassadas diariamente para a Contraf-CUT, para que o Comando Nacional tenha um controle mais eficaz da greve da categoria, e mostre para os banqueiros a força do nosso movimento. Com uma greve forte em todo país, podemos arrancar uma proposta da Fenaban que atenda aos nossos interesses”, afirma o diretor de comunicação do Sindicato, Fábio Gian.

HSBC em greve em BelémAgência Reduto do Banco da Amazônia em greveServiço – Informe ao Sindicato sobre a greve dos bancários em sua cidade. Entre em contato com a gente pelos telefones (91) 3344-7758 / 7756 / 7767, ou pelos e-mails: comunicacao@bancariospa.org.br ou secretariageral@bancariospa.org.br, ou também pelo site do Sindicato (www.bancariospa.org.br) no link FALE CONOSCO.

Acompanhe notícias da greve pelo nosso site citado acima e também pelo twitter (@bancariospa) ou pelo facebook (/bancariospa). Você também pode cadastrar o número do seu celular pelo nosso site para receber torpedos da greve direto no seu telefone pessoal (clique aqui e cadastre-se).

Fonte: Bancários PA

Fotos: David Alves

Anúncios

Deixe seu comentário, obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s