Relíquias de Casa Velha


Homologado tombamento de centro histórico de Belém

O Diário Oficial da União publicou nesta quinta-feira (10/05/2012) a portaria do Ministério da Cultura que homologa o tombamento do conjunto arquitetônico, urbanístico e paisagístico dos bairros da Cidade Velha e Campina, no centro histórico de Belém (PA). A área tombada forma o núcleo de povoamento inicial da cidade paraense.


Tombamento do bairro Cidade Velha em Belém foi publicado no Diário Oficial/ foto: Diário do Pará

A ocupação da região remonta à conquista da foz do Rio Amazonas, no início do Século XVII. No apogeu do ciclo da borracha, entre 1890 e 1920, Belém foi uma das cidades mais prósperas do mundo.

A área protegida alcança três mil edificações nos bairros de Cidade Velha e Campina. O processo de tombamento foi elaborado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), vinculado ao Ministério da Cultura.

Catedral da Sé

De acordo com parecer do Departamento de Patrimônio Material do Iphan, os dois bairros, protegidos por elementos naturais como baía, igarapé e alagadiços, constituem, ainda hoje, um dos maiores e mais íntegros conjuntos urbanos do país, segundo informa o site da instituição.

Palacete Pinho

Para o tombamento, levou-se em conta, ainda, que o conjunto formado pela trama da cidade consolidada entre os séculos XVII e XVIII – com igrejas e suas torres, largos e praças, coretos, mercados e feiras – em interação com a Baía de Guajará, é suficientemente expressivo para retratar a história urbana de Belém.

Casario no Ver-o-Peso


Belém, centro histórico /  foto Andreas Martin/skyscrapercity.

O centro histórico é um cenário que remonta ao ano de 1616, quando os portugueses expulsaram, em definitivo, os franceses do território brasileiro e a cidade de Belém tornou-se o elemento de ligação entre o Rio Amazonas e o mar, possibilitando a posse de toda a Amazônia.

Primeira Rua de Belém

Graças à posição estratégica, a capital paraense foi transformada, à época, no maior entreposto comercial das riquezas produzidas na região.

Fonte: Agência Brasil

Anúncios

Deixe seu comentário, obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s