Juraci Siqueira, Poeta Marajoara


Hoje amanheci meio peixe,

meio pássaro.

Estou aprendendo a nadar,

tomando aulas de vôo

e aprimorando meu canto.

Amanhã,

pássaro pleno,

insofismável peixe

Debulharei meu canto sobre a terra

em nados abissais

e vôos rasantes.

(Nado Itaguary)

Juraci Siqueira, por ele mesmo:

“Sou marajoara de Cajary, município de Afuá, onde, ainda menino, descobri a literatura através dos folhetos de cordel. Licenciado pleno em Filosofia pela Universidade Federal do Pará , pertenço à várias entidades litero-culturais e atuo como professor de filosofia, oficineiro de literatura, performista e contador de histórias. Possuo mais de 80 títulos individuais publicados entre folhetos de cordel, livros de poesias, contos, crônicas, literatura infantil, histórias humorísticas e versos picantes, além de poemas musicados por compositores locais. Colaboro com jornais, revistas e boletins culturais de Belém e de outras localidades além de contar com mais de 200 premiações literárias em vários gêneros, em âmbito nacional e local.”

MARÉ DE PONTA


Se o meu poema não ranger os dentes
nem te mostrar as garras,de que vale?


De que vale um poema ensaboado
cheirando a talco e água de colônia?


Para que um poema não-me-toques
metido abesta, e nariz empinado?


Poema tem que ser faca de ponta
zagaia, porantim, ferrão de arraia!


Poema pitiú com escama e lodo
armado de esporões e girassóis.

 

                                           

.

Anúncios

Deixe seu comentário, obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s