São Paulo quer se reinventar


EDITORIAL

Ontem mais um ‘pequeno milagre’ político aconteceu em nosso país: Um candidato quase inteiramente desconhecido dos eleitores, oriundo de uma pasta sempre problemática – o Ministério da Educação – superou uma inacreditável (!) máquina midiática que, além dos contumazes pseudo-jornalistas , englobava (!) também a mais alta instância do poder judiciário brasileiro.

Um golpe branco, engendrado com minúcia cirúrgica para convergir – em tempo e lugar – às eleições municipais da maior cidade do país, a São Paulo até então considerada um curral eleitoral do que há de mais retrógrado e nefando do rebotalho neo-liberal brasileiro…Tudo em vão!

Não só o eleitorado paulistano, mas todos os movimentos da sociedade civil indicam que a mentalidade dos cidadãos deste país está mudando, e pra melhor. Pouco a pouco a felicidade torna-se fato cotidiano para os brasileiros, um costume que vai se arraigando a tal ponto em que a simples lembrança dos desastres dos governos tucanos causa espécie até aos eleitores mais conservadores da “cidade/estado” mais conservadora.

Parece que os cidadãos tupiniquins vislumbraram a possibilidade de resgatar o Pindorama pré-cabralino, e lançar ao mar o cunhadismo da “Terra Brazilis”.

Na verdade dois fenômenos aconteceram: Um foi a eleição de Haddad, dado como morto ainda no útero pela grande mídia desinformada e desinformadora; outro é a extrema rejeição que a política lacerdista conseguiu alcançar em todas as camadas sociais deste país. Seguramente podemos creditar isso à forma figadal com que seu (ex?) maior expoente – José Serra – se conduz em todos os pleitos que participa.

Constata-se também que o nosso eterno presidente Lula não tem adversários à sua dimensão política. Lula tem o toque de Midas; mostrou-se um visionário que não encontra equivalente nem entre seus pares de partido. Como na magnífica poesia de Vinícius, “O operário faz a coisa, e a coisa faz o operário…e o operário disse: Não!”

Parabenizo o tirocínio dos eleitores paulistanos, sua vontade de mudança, e desejo que todos os paulistas (natos e de coração) levantem-se contra a injustiça e o arbítrio, e que recoloquem São Paulo no lugar de destaque que lhe cabe no cenário político brasileiro.

(Eudyr)

.

Anúncios

Deixe seu comentário, obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s