Dali em Paris


Capital francesa sedia exposição de Salvador Dali

Com o objetivo de revelar as mil e uma facetas de uma das figuras mais fascinantes e controversas e arte do século XX, serrá aberta, nesta quarta-feira (21), no Centro Pompidou, em Paris, a maior exposição dedicada ao surrealista espanhol Salvador Dalí em 30 anos.

Excêntrico, provocador, obcecado por sexo e dinheiro,batizado de André Breton, criou uma imagem que foi escondido, e às vezes ofuscado seu gênio como artista.

“Essa retrospectiva objetiva revalorizar Dalí”, disse Manuel Borja Villel, diretor do Museu Reina Sofia, em Madrid, que uniu forças com o Pompidou para organizar a exposição, que reúne cerca de 200 obras, incluindo alguns que nunca foram expostos.

“Ele merece uma exposição grande, que revele a magnitude de toda a sua obra”, disse o diretor do Museu de Arte Moderna, o Centro Pompidou, Alfred Pacquement, que lembrou que a retrospectiva última dedicada a Dalí, que teve lugar em 1979, imposta registro público, quase 900 mil visitantes.

A façanha de ter reunidas tantas obras, e todos os períodos do artista nascido em Figueras,-pinturas, esculturas, objetos, desenhos, só foi possível porque o Centre Pompidou juntou o Reina Sofia, que vai apresentar uma retrospectiva de 24 Abril de 2013, os organizadores sublinhou.

Foi isso que permitiu a realização de obras excepcionais, tais como A Persistência da Memória (1931), que é um dos tesouros do MoMa (Museu de Arte Moderna de Nova York), e Construção macia com feijões cozidos (Premonição da Guerra civil) (1936), que foi fornecida pelo Museu de Arte de Filadélfia, excepcionalmente, Monse disse Aguer, um dos quatro comissários.

Salvador Domingo Felipe Jacinto Dalí i Domènech nasceu em 11 de maio de 1904, na cidade espanhola de Figueres (Catalunha). Foi um dos mais importantes artistas plásticos (pintor e escultor) surrealistas da Espanha. 

Desde a infância, Dalí demonstrou interesse pelas artes plásticas. No ano de 1921, entrou para a Escola de Belas Artes de São Fernando, localizada na cidade de Madri. Porém, em 1926, foi expulso desta instituição, pois afirmava que ninguém era suficientemente competente para o avaliar.

Nesta fase da vida, conviveu com vários cineastas, artistas e escritores famosos, tais como: Luis Bruñel, Rafael Alberti e Frederico Garcia Lorca.

Em 1929, viajou para Paris e conheceu Pablo Picasso, artista que muito influenciou a produção artística de Dalí. No ano seguinte, começou a fazer parte do movimento artístico conhecido como surrealismo.

A década de 1930 foi um período de grande produção artística de Dali. Nesta fase, o artista representava imagens do cotidiano de uma forma inesperada e surpreendente. As cores vivas, a luminosidade e o brilho também marcaram o estilo artístico de Dali. Os trabalhos psicológicos de Freud influenciaram muito o artista neste período É desta fase uma de suas obras mais conhecidas “A persistência da Memória”, que mostra um relógio derretendo.

Em 1934, Dali casou-se com uma imigrante russa chamada Elena Ivanovna Diakonova, conhecida como Gala.

Em 1939, foi expulso do movimento surrealista por motivos políticos. Grande parte dos artistas surrealistas eram marxistas e justificaram a expulsão de Dalí, alegando que o artista era muito comercial.

Em 1942, Dali e sua esposa foram morar nos Estados Unidos, país em que permaneceu até 1948. Voltou para a Catalunha em 1949, onde viveu até o final de sua vida.

Em 1960, Dali colocou em prática um grande projeto: o Teatro-Museo Gala Salvador Dali, em sua terra natal, que reuniu grande parte de suas obras.

Em 1982, com a morte de sua esposa Gala, Dali entrou numa fase de grande tristeza e depressão. Parou de produzir e se recusava a fazer as refeições diárias. Ficou desidratado e teve que ser alimentado por sonda. Em 1984, tentou o suicídio ao colocar fogo em seu quarto. Passou a receber o cuidado e atenção de seus amigos.

Dali morreu na cidade de Figueres, em 23 de janeiro de 1989, de pneumonia e parada cardíaca.

Visitante na exposição, nesta manhã de 21/11

.

Anúncios

Um comentário em “Dali em Paris

Deixe seu comentário, obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s