XI Festival de Ópera do Theatro da Paz


Theatro da Paz apresenta “Salomé”

O tradicional Festival de Ópera do Theatro da Paz chega em sua 11ª edição. Este ano, a programação inicia dia 17 de outubro e vai até 1º de dezembro. O evento será aberto com uma das mais famosas óperas de todos os tempos: “Cavalleria Rusticana”, de Pietro Mascagni, com os cantores Laura de Souza, Rinaldo Leone, Alfa de Oliveira, Rodolfo Giugliani e Luciana Tavares nos principais papéis. A regência será do maestro italiano Gian Luigi Zampieri e a direção cênica do premiado Iacov Hillel.

A segunda ópera do Festival será “João e Maria”, com direção de Flávio de Souza, regência do maestro Jamil Maluf e os solistas Luciana Bueno, Laryssa Alvarazi, Regina Helena Mesquita, Adriana Clis, Leonardo Neiva, Luciana Tavares e Aliane Sousa. Trata-se da ópera de maior sucesso de público já montada no País: estreou há 11 anos e desde então já foi apresentada em diversas capitais brasileiras.

A terceira ópera é o grande desafio deste ano, por causa da sua grandiosidade e complexidade musical: “Salomé”, de Richard Strauss. Conta a conhecida história da princesa que exigiu do padrasto Herodes a cabeça de João Batista numa bandeja de prata. A cantora que fará o papel-título vem da Holanda: Annemarie Kremer, uma das mais disputadas sopranos européias. João Batista será vivido por Rodrigo Esteves, considerado um dos principais barítonos brasileiros da atualidade e que no ano passado participou da montagem de “Tosca” em Belém.

Dois recitais que acontecem na Igreja de Santo Alexandre merecem destaque: do baixo-barítono português Antônio Salgado e da soprano paraense Carmen Monarcha. Professor de canto – já lecionou cursos na Espanha, Itália, Inglaterra, Brasil e Áustria, além de Portugal –, Salgado participa regularmente de montagem de óperas em toda a Europa e vai apresentar em Belém um recital de canções portuguesas e brasileiras, com textos de Camões a Vinícius de Moraes.

Carmen Monarcha dispensa apresentações: depois do enorme sucesso obtido em São Paulo (fez trinta apresentações no Ginásio do Ibirapuera como solista da orquestra de André Rieu, para um público total estimado em 200 mil pessoas), ela vai fazer em Belém um recital em homenagem aos 100 Anos de compositor paraense Gentil Puget. Este ano também haverá a Master Class conduzida pela soprano gaúcha, Laura de Souza.

O encerramento do XI Festival de Ópera do Theatro da Paz será marcado por um espetáculo ao ar livre, em frente ao Theatro da Paz. Os ingressos começam a ser vendidos na bilheteria do teatro a partir do dia 8 de outubro. As pessoas que não residem no Estado interessadas as óperas “Cavalleria Rusticana”, “João e Maria” e “Salomé” ou para a apresentação da Amazônia Jazz Band, podem enviar e-mail para bilheteriatp@supridados.com.br , a partir da mesma data, e garantir os seus. Os valores variam de R$ 20,00 a R$ 60,00. A entrada para a programação na Igreja de Santo Alexandre, é franca. Este ano, a bilheteria vai funcionar às segundas-feiras e no dia 12 de outubro, mesmo sendo feriado, também estará aberta.

.

Anúncios

Deixe seu comentário, obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s